quarta-feira, 15 de agosto de 2018

O que (eu acho que) tem de bom pra ler na net #171

1 - Desculpas
Do Darllam Cruz. Um relato sobre o Transtorno Bipolar. Que é complicado pra todo mundo. Estou mais acostumada a ver relatos de familiares, não de pessoas que sofrem o transtorno. E o texto do Darllam é forte e contundente. Precisamos falar mais sobre os transtornos. Precisamos entender, compreender.

2 - Fiscais de Instagram e comentaristas de portal: por favor, cresçam!
Da Lia Bock. Um texto pra resumir a preguiça das pessoas que discordam (o que é saudável), mas agem igual crianças mimadas com as pessoas que não têm as mesmas opiniões e pontos de vista que elas (o que é chato bacarai).

3 - Psicólogos e pseudoterapeutas - a minha opinião
Da Rita. Sobre estereótipos. Vale bem a leitura.

4 - Quer uma dica para terminar a tese? Comece a escrever
Da Verônica. O blog da Verônica me ajuda demais. A ter inspiração pro mundo acadêmico. A me organizar enquanto pesquisadora. A ter mais vontade de viver a pesquisa. Neste texto ela fala sobre a necessidade de se escrever sem esperar. Tô tentando seguir o conselho!

5 - Anne with an E: o que transforma o mundo
Do Walkirias. Anne with an E é uma doçura sem fim! Já conhecia a história, de uma série que a HBO transmitiu na década de 1990. Tinha ela toda gravada em VHS e vi incontáveis vezes. A adaptação atual, da Netflix, tem crianças interpretando crianças. Na da HBO, eram adultos interpretando crianças. Depois elas cresciam e tal, mas era bem estranho. Ainda assim, um amorzinho. A série Netflix é um deleite. Vale muuuuito a pena ver e renovar a esperança de um mundo mais bonito.

6 - The 200 greatest songs by 21th century women+
Do NPR. Uma lista muito maluca, sem playlist (o que é bem triste), mas com muitas coisas boas. Amei ter Kaki King por lá!

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...