sexta-feira, 1 de julho de 2016

Questionário Proust

Escutei falar do Questionário Proust num vídeo da Tati Feltrin e, sim, fui lá descobrir o que era e deu vontade de fazer. Como a Tati mesmo disse, basta googlar pra chegar às perguntas. Então, seguem minhas respostas.

1 - Qual é a sua maior qualidade?
Não sei. Talvez seja ter paciência para ouvir as pessoas quando elas precisam só de alguém que as escute. E não digo isso porque acho que eu seja paciente e tal, mas porque muita gente me diz isso.

2 - E o seu maior defeito?
Falta de paciência com o que não me interessa. E intolerância com quem é estúpido, que vivo tentando controlar e não consigo

3 - A característica mais importante em um homem?
Empatia.

4 - E em uma mulher?
Empatia e sororidade. Atualmente, ouso dizer que a sororidade é mais importante.

5 - O que você mais aprecia em seus amigos?
Saber que posso contar com eles. Mais, ser surpreendida por eles quando não esperava. Sempre disse que tinha poucos, mas bons amigos. Depois das mortes da Vovó e da Tia Ylza, descobri que tenho mais amigos do que imaginava. E sou muito grata a eles.

6 - Sua atividade favorita é?
Ler. Sempre.

7 - Qual é a sua ideia de felicidade?
Um lugar confortável, um bom livro, boa música de fundo, tranquilidade pra apreciar.

8 - E o que seria a maior das tragédias?
Esperar alguma coisa acontecer sem ter um livro por perto. Por isso, um viva pro Kindle, que me permite levar muitos livros bons comigo sem carregar peso.

9 - Quem você gostaria de ser, se não fosse você mesmo?
Já detestei ser eu mesma, mas alguns anos de análise mudaram o cenário. Então, tô satisfeita comigo. Talvez, gostaria de ter a inteligência do meu irmão Otávio. E só.

10 - E onde gostaria de viver?
Já foi na Itália, desde que comecei a ler O tesouro da juventude, lá pelos oito anos. Ainda continuo querendo viver na Itália, mas me apaixonei por Portugal e viveria fácil-fácil no Porto, essa cidade linda.

11 - Qual a sua cor favorita?
São três. Preto, branco e azul. Não necessariamente nessa ordem.

12 - Uma flor?
Amarilis #entendedoresentenderão

13 - Um pássaro?
Nem ideia...

14 - Seus autores preferidos?
Oscar Wilde, Guimarães Rosa.

15 - E os poetas que mais gosta?
Álvaro de Campos (Fernando Pessoa), Carlos Drummond de Andrade, Juliana Machado Cruz.

16 - Quem são seus heróis de ficção?
Lord Henry, de O retrato de Dorian Gray.

17 - E as heroínas?
Liz Bennett, de Orgulho e Preconceito.

18 - Seu compositor favorito é?
Chico Buarque. E Bach. E Dvórak.

19 - Os pintores que você mais gosta?
Jan Van Eyck.

20 - Quem são suas heroínas na vida real?
São tantas... tantas mulheres que lutam todo dia contra a opressão, o machismo e a misoginia...

21 - E os heróis?
Meu avô. Um cara que virou arrimo de família aos 9 anos de idade, tendo seis irmãos, a mãe, a tia e a avó para sustentar. E que conseguiu fazer isso com dignidade e lembrando, sempre das origens, sempre disposto a ajudar quem quer que fosse. E sempre sendo gentil com todos, até com as pessoas que ele menos gostava. Aliás, era com essas pessoas que ele se tornava mais gentil.

22 - Sua palavra favorita?
Liberdade ("... essa palavra, que o sonho humano alimenta: que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda!"). Mas também gosto de Pacote, porque é impossível, pra mim, ouvir "pacote" sem ter vontade de rir. Que sonoridade incrível tem essa palavra!

23 - O que você mais detesta?
Gente estúpida, gente que grita. O que é, praticamente, sinônimo.

24 - Quem são os personagens históricos que você mais detesta?
Não sei. Sobre todos os que eu não gosto, consigo entender os motivos. E tô numa vibe tilelê de tentar não odiar ninguém. Mesmo quem merece. A proposta é só emanar amor <3 p="">
25 - Quais dons naturais você gostaria de possuir?
Naturais acho que nenhum. Se é que eu tenho algum dom, ele foi construído arduamente, ao longo de anos.

26 - Como você gostaria de morrer?
Dormindo. E estando satisfeita com tudo o que eu fiz na vida. Meu nível de conflitos internos tem caído consideravelmente, o que é ótimo.

27 - Qual seu atual estado de espírito?
Com a vida em geral, tô bem tranquila. Fazendo o que gosto, como gosto, com quem gosto, sem pesos mortos me puxando pra trás, sem aqueles que não devem ser nomeados ou dementadores sugando a minha energia. No mestrado, em pânico com a qualificação, que já está chegando.

28 - Que defeito é mais fácil de perdoar?
Falta de inteligência devido a falta de oportunidades. Dá pra relevar, se a gente fizer um esforço.

29 - Qual é o lema da sua vida?
É algo muito mutável. Tenho lemas diferentes pra fases diferentes da vida. Mas acho que os mais frequentes são Urbi et orbi, tirando toda a parte religiosa presente, e Liberdade - essa palavra, que o sonho humano alimenta: que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda!.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...