quarta-feira, 1 de junho de 2016

Livro: What is media archaeology?



Volto a dizer: quanto mais eu leio coisas para a dissertação, mais aparecem coisas a serem lidas. What is media archaeology é um livro que relatei para o grupo de pesquisa e que vai me ajudar na pesquisa, mesmo que só por uma pequena parte. O livro se aproxima muito da abordagem da Ecologia de Mídias, que é o grande universo que estudo, mas propõe uma nova forma de ver a mídia, seu surgimento, sua função no mundo, as alterações pelas quais passou.

O autor, Jussi Parikka, é um inglês interessado em resgatar o nascimento das mídias que consideramos contemporâneas. Por isso, ele volta ao berço do nascimento das principais mídias: o fim do século XIX. Foi por esse período que surgiram as estradas de ferro, que abriram caminho para o telégrafo, e também a fotografia e o cinema. A pesquisa se inicia com formas pré-cinematográficas, como o panorama e o diorama (e eu descobri que tenho um estereoscópio do início do século XX em casa!). E passa pela arte e pela mídia fantasma (é o capítulo mais divertido, apesar de ser bem pesado, especialmente nas discussões de gênero). Há, também, muito do texto dedicado à função da arte como arqueóloga da mídia, a apontar o que pode vir por aí.

Escrevi mais de 20 páginas sobre o livro para fazer o relato e, sinceramente, não dá pra trazer isso pra cá. A discussão é mais árida e cheia de pontos que precisariam ser explicados com mais detalhes, o que não cabe agora. Sendo assim, fica aqui só pra lembrar de que é uma abordagem bem interessante para quem quer estudar algo diferente sobre mídia.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...