sexta-feira, 18 de março de 2016

Tag: Chico Buarque e Livros

Vi esta tag no canal da Patrícia Pirota no youtube. E como une duas paixões da minha vida, Chico Buarque e Livros, claaaaro que quis responder. 

Aliás, o canal da Patrícia é muito bacana, principalmente a série Salvem a professorinha, em que ela fala sobre a vida como professora de ensino fundamental e médio, os desafios, os métodos e técnicas, a relação com os alunos. Vale muito a pena. 

Vamos à tag Chico Buarque e livros (e, sim, indiquei mais de um livro em várias categorias).


1. Cotidiano - um livro que você lê sempre
Já vou começar burlando. São dois. O que eu mais leio é O retrato de Dorian Gray, meu livro favorito da vida. Porque é muito importante, pra mim, reviver a porrada que esse livro me deu na primeira leitura. E também porque é ótimo conviver com Lord Henry de novo. 


Outro livro que eu leio sempre é Orgulho e preconceito, por motivos de Mr. Darcy. 


2. Apesar de você - um livro que sempre te dá esperanças
O sol é para todos, que li recentemente e já pulou pra categoria dos favoritos da vida. Impossível não ter esperanças de um mundo mais justo depois de lê-lo. Ok que aí a vida vem e te dá uma catracada daquelas... 


3. Construção - um livro com uma história triste e bonita

Com A elegância do ouriço foi assim. Uma história linda, intensa, cheia de referências, cheia de amor e muito, muito triste. Vale demais a leitura. 


4. Olha - um livro com uma história de amor
Jane Eyre, especialmente por se uma história de amor não convencional. Adoto que a autora criou um texto em que o romantismo está presente, mas não é o principal. O foco maior é na sociedade opressora e nas escolhas que as mulheres poderiam fazer. 


5. A banda - um livro que sempre te deixa feliz

À mesa com o chapeleiro maluco, do Manguel. É um livro tão lindo, mas tão lindo... só de vê-lo na minha estante eu já fico feliz.


6. Samba do grande amor - um livro que você esperou muito para ler, mas foi uma decepção
Antes que eu morra. Fui numa palestra do autor no Fórum das Letras e corri pra comprar meu exemplar. Demorei a ler, esperando uma época mais tranquila e, cara, que decepção! Só tem uma coisa legal no livro, que é a lista de Adventos indispensáveis à formação do ser humano. Apenas. 


7. Cálice - um livro com uma história trágica
Precisamos falar sobre o Kevin, em que o trágico permeie a história toda e é muito, mas muito dolorido. É um tapa na cara! E outro é Antígona, de Sófocles, que é uma tragédia grega lindíssima! 


8. Acorda, amor! - um livro que você acha que deveria ser mais conhecido

Admirável mundo novo, do Aldous Huxley. Todo mundo fala de 1984 e deixam de lado o Admirável mundo novo, que é phoda! Não dá pra ler esse livro sem se contorcer de horror com o mundo. 


9. João e Maria - um livro infantil
Aventuras de Xisto, da Lúcia Machado de Almeida, e Viagem ao céu, do Monteiro Lobato, fizeram a minha alegria enquanto criança. Ficar à noite imaginando como seriam as estrelas ou imaginar o mundo povoado de bruxos, que necessita de um cavaleiro andante para salvá-lo, foi maravilhoso. Pra exercitar a imaginação, acho que é incrível!  


10. Roda viva - um livro que tenha te feito chorar muito
Hibisco roxo, da Chimamanda, é um deles. Fiquei destruída com esse livro, chorei horrores. Outro foi A menina que roubava livros. Também Morte súbita, da J. K. Rowling. Que livro maravilhoso! 



11. Homenagem ao malandro - um livro com uma personagem malandra, mas que você adore

Baudolino, do Umberto Eco. Tive muita dificuldade de me conectar com o romance e deixei de lado. Resolvi voltar a ler um tempo depois e amei. Umberto Eco tem esse poder sobre mim. E Baudolino é um personagem muito bacana, cheio de nuances, proporcionando várias situações divertidas e inusitadas. 


_______________ 
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...