sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Coimbra, a Ouro Preto do mundo bizarro

Coimbra num sábado de sol

O objetivo da nossa viagem pra Portugal era o congresso em Coimbra. Passamos pelo Porto pra turistar e amamos a cidade. Muito mais do que gostamos de Coimbra. É que, depois do Porto, pouca coisa teria a capacidade de nos deslumbrar. Além do mais, por ser uma cidade universitária, Coimbra nos lembrou muito Ouro Preto. Daí, começamos a falar dela como a Ouro Preto do mundo bizarro.

O Mundo Bizarro é um planeta fictício das histórias do Super-Homem. É em tudo oposto à Terra, como se fosse o nosso planeta visto por um espelho. A proposta era mostrar o outro lado. O meu mundo bizarro - é meu e eu monto ele como eu quiser - é baseado na semelhança, não no contrário. Vejamos como Ouro Preto e Coimbra se parecem:

Cidade universitária
Diz a lenda que a instalação da Escola de Minas e da Escola de Farmácia em Ouro Preto seguiu o modelo da Universidade de Coimbra, bem mais antiga e uma referência no Brasil. Os filhos da elite brasileira, na época da colônia e do império, iam a Coimbra estudar.

Os estudantes de Coimbra que estão no último ano usam uma capa preta - inspiração para J. K. Rowling quando criou os uniformes de Hogwarts. Os calouros de Ouro Preto costumavam usar placas indicando seus apelidos e em que república moram. Hoje, só poucas repúblicas particulares mantêm as placas. Nas federais, as placas são usadas dentro das casas, não mais nas ruas.

Pátio da Universidade de Coimbra

Biblioteca Joanina, famosa pelo acervo, pela arquitetura e pelos morcegos!!


Repúblicas
As duas cidades recebem estudantes de todos os cantos. Eles se agrupam em repúblicas e usam de muita irreverência durante sua estadia nos municípios. Em Ouro Preto, moro em frente a quatro repúblicas. Em Coimbra, fomos vizinhos de uma, a República dos Kágados.

Olha essa fachada na cidade velha!

Ruas estreitas e transporte público especial
Aqui em Ouro Preto, temos ônibus intrabairros pequenos, chamados pelo pessoal da concessionária de "cabritinhas". Em Coimbra, o ônibus que vai pra Sé Velha consegue ser ainda menor. Cabem apenas oito pessoas sentadas. É o transporte dos idosos, porque eles, realmente, têm dificuldades para subir as ladeiras.

Aqui na porta da minha casa passa um ônibus que também vai pra Santa Cruz!

Ladeiras
Todo mundo sabe que, pra andar em Ouro Preto, tem que ter disposição pra subir e descer ladeiras. E não é que em Coimbra também? A cidade baixa é bem plana, mas a cidade velha fica no alto de uma colina. É lá que tem as ruelas e muitos becos, com muita subida e muita descida.

Uma das ladeiras mais famosas de Coimbra é a rua de Quebra Costas. É um charme, super gostoso pra passear descendo, mas um tanto difícil pra subir. Tal como as ruas de OP.


Sobe ladeira - desce ladeira

Festas às quintas
Aqui em Ouro Preto, as quintas-feiras são dias de "social", quando uma república masculina visita uma feminina, e vice-versa. É hora de descontrair, beber, dançar, namorar e sabe-se lá o quê mais. A Isabel, nossa anfitriã em Coimbra, nos contou que quinta também é dia de festa por lá, porque não há aulas às sextas-feiras. As sextas são dedicadas às orientações e reuniões de pesquisa. Assim, os estudantes aproveitam as noites de quinta para fazer a festa.

Nas noites de quinta, Coimbra e Ouro Preto se encontram em festa
Foto: Leo Homssi

Ruas de Coimbra que lembram Ouro Preto
Não deu pra fotografar tudo, mas em algumas ruas da cidade velha de Coimbra, senti que esta em Ouro Preto.

Parece a ladeira de São José, de OP




Tal como a Igreja do Pilar, de OP, a Igreja de São Bartolomeu, de Coimbra,
não pode ser fotografada por inteiro, de frente

Nomes curiosos nas ruas
Além da rua do Quebra Costas, Coimbra tem outras ruas com nomes curiosos, tal como Ouro Preto, tem que tem a rua da Escadinha, o Largo da Alegria e outras.

Nesta rua fica o Grande Hotel de Paris! 

Olhei bem pro chão pra ter certeza de que não haveria rãs por lá


Achei um gato por lá, mas ele não me deixou publicar sua foto


_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...