segunda-feira, 2 de março de 2015

O que (eu acho que) tem de bom pra ler na net #63

1 - Grandes obras de arte recriadas na escala Pantone
Do B9, que sempre tem posts bacana. Aqui, um artista plástico britânico recriou quadros famosos com a escala Pantone e ficou bem bacana. Destaque para o brinco de pérola da moça do Vermeer.

2 - Brilho eterno
Da Nathália Pandeló. Começa falando sobre casas e condomínios, passa por um hábito meio estranho com relação ao lixo doméstico e termina como uma reflexão bem legal sobre o que fazemos com o lixo - ou com que julgamos que é lixo - que carregamos em nós mesmos.

3 - Por que tantos machistas usam as mesmas ofensas?
Da Mari, no Lugar de Mulher, um lugar que só tem texto bacana! O tema é feminismo, além da misoginia, que parece que anda se multiplicando, quando deveria ser ao contrário. Enfim, bom pra refletir como nós todos acabamos reforçando o machismo e a misoginia com essas ofensas tão comuns.

4 - Eu te desafio a pensar outra vez sobre aborto
Outro do Lugar de Mulher, desta vez da Renata Corrêa, sobre o desafio que rolou nas redes sociais há alguns dias com mulheres colocando fotos de gravidez e se posicionando sobre o aborto. Pq se o tema fosse tão simples assim, né? Tenho "n" razões para ser a favor do aborto. A principal delas é que filhos precisam ser desejados. Só assim serão crianças com vidas positivas. Não deseja, melhor abortar mesmo. Algo que a minha progenitora deveria ter feito.

5 - Assassinaram o camarão! Por que nos interessamos tanto por crimes?
Do Literatura Policial, com perguntas e - talvez - respostas sobre o motivo de lermos tanta literatura policial. Adoro literatura policial e gostei demais do texto.

6 - Ouvir de um aluno que 'o HIV já não é grande coisa' dá frio na espinha
Do Sakamoto. É assustador o que ele conta, ainda mais para quem cresceu com a sombra da Aids por todos os cantos. Vale a reflexão: onde estamos falhando ao mostrar para a geração Y que a doença é, ainda, algo que merece atenção?

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...