quarta-feira, 14 de maio de 2014

Livro: Adeus Facebook



Vi esse livro na timeline da Rosana Hermann no Twitter. Ela não indicava o livro, mas dava RT da foto de uma pessoa que o estava lendo e dizia que ele era bom. E como ando pesquisando redes sociais para o trabalho - e como nunca gostei do Facebook nem vejo futuro nele -, resolvi ler. Comprei na Saraiva e o envio foi super rápido.

O autor, Jack London (favor não confundir com o autor de Lobo do mar e Caninos brancos) foi dono do BookNet, que foi vendido e mais tarde se tornou o Submarino. É um estudioso do mundo digital, em especial do comércio eletrônico. Então, esperava tirar grande proveito do livro.

Mas, como todo livro que tem o que costumamos chamar de auto-ajuda administrativa, há um excesso de futurologia. E, correta ou não, baseada em dados ou "do suvaco", futurologia me cansa um pouco. A estrutura do livro também não me agradou. Parece que se trata de uma compilação de artigos do autor - o que é bacana, claro -, mas em nenhum momento se deixa isso claro. Há alguns erros de revisão, bem poucos. E ver isso em todo livro é coisa de diagramadora chata, favor relevar.

Fora a minha birra com a futurologia, o livro é bem bacaninha. Li rápido demais (em cerca de três horas já tinha devorado as 176 páginas de conteúdo. Pensei bastante, marquei alguns pontos, tive ideias (nem todas boas). Uma leitura interessante, mas não necessariamente a melhor sobre o assunto.

Se o Facebook vai acabar? Não necessariamente. Mas que já está deixando de ser a principal rede social, isso está. Que venha algo melhor.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...