quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Que seja leve

Acaba sendo meio ~instintivo~ fazer planos pro ano que começa. Quase sem pensar, chega dezembro e já vamos imaginando que em janeiro tudo será diferente.

O problema, pelo menos pra mim, é que os planos são sempre atropelados. Pelo dia a dia, pelas novidades, pela vida em família, por tudo. Quase como se fosse inúteeeeel planejar. E eu adoro um planejamento.

Então, que 2014 seja leve em esforços e de fácil planejamento. E, em vez de lista de planos, farei uma lista de desejos (sim, há muitas diferenças entre eles).

Desejo...
- que você tenha a quem amar... (desculpe, não resisti)
- conseguir otimizar meu tempo.
- ter tempo para ler o que eu gosto, ler o que eu preciso, doar os livros que não lerei de novo.
- trabalhar de forma otimizada, para sobrar tempo para descansar.
- ouvir mais música.
- arrumar um tempo pras atividades físicas, de preferência pra dançar.
- ter um método de organização que me permita trabalhar, me divertir, cuidar da família e ainda ter tempo pro ócio.

Também desejo...
- me importar menos com tudo que é desimportante, mas que insiste em bater na minha porta.
- ser mais leve ao lidar com a vovó e suas carências.
- liberar a memória daquelas coisas que pesam e que insistem em ser lembradas.
- sonhar mais.
- comer mais frutas.
- desapegar do chocolate.
- desapegar dos livros que moram no meu coração.

E ainda...
- ficar menos gripada.
- sentir menos refluxo.
- abandonar a enxaqueca (que tinha ido embora, mas voltou algumas vezes em 2013).
- diminuir o estresse.
- rir mais.
- sorrir mais.

Vem, 2014, mas que seja leve.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...