terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Filme: Dentro da casa

Dans la maison - 2012 (mais informações aqui)
Direção: François Ozon
Roteiro: Juan Mayorga, François Ozon
Elenco: Fabrice Luchini, Vincent Schmitt, Ernst Emhauer

Ufa! Fazia tempo que não falava de filmes aqui. É que acabei parando de levar caderninho pro cinema, pra escrever sobre as minhas impressões. Shame on me. E também parei de escrever dos filmes que vi em casa. Enfim, ficou um hiato, parece que parei de ver filmes. Mas não é verdade. Vi vários, só não tive tempo-paciência-disponibilidade pra escrever sobre eles.

O primeiro filme que vi em 2014 foi Dentro da casa, indicação do Valter e do Zélio, dos amigos lindos e muito antenados. E, olha, foi uma super indicação.

Dentro da casa é a história de uma história. O prof. Germain começa mais um ano escolar desanimado. Seus alunos não se empenham muito nas redações. Mas Germain encontra, entre os vários textos dos alunos, o de Claude. O tema da redação é o fim de semana e Claude constrói uma história envolvente, um enredo bem estruturado com uma boa dose de suspense. Ele conta como foi o dia em que entrou na casa de seu amigo Rapha, com o pretexto de oferecer aulas de reforço em matemática. E começa a perceber a casa, os pais do colega e a relação dos três. Animado, Germain chama o aluno para conversar e começa a incentivá-lo a escrever mais.

As conversas entre aluno e professor parecem o papo entre autor e editor. O professor mostra quando o texto está bom, quando tem pontos a melhorar, quando está sendo empurrado com a barriga, quando é preciso colocar mais ação, mais drama, mais sensualidade. Ao mesmo tempo, o suspense se instaura, porque não é possível acompanhar a história da família de Rapha sem esperar ansiosamente pelo próximo capítulo: mais uma folha escrita frente e verso por Claude.

O filme é uma delícia, especialmente pra quem gosta de escrever e sente vontade um dia publicar histórias (o/). E, claro, o suspense da trama, capítulo a capítulo, faz a gente não ter vontade de desgrudar os olhos da tela.

Obrigada, Valter e Zélio! Amei a indicação!

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...