sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Filme: Na Estrada

On the road - 2012 (mais informações aqui)
Direção: Walter Salles
Roteiro: Jose Rivera, com livro de Jack Kerouac
Elenco: Sam Riley, Garrett Hedlun, Kristen Stewrt

O livro On the road é um clássico da literatura americana e do segmento Beat. Marcou tanto uma época e o espírito dessa época que muita gente achou que seria impossível transportá-lo para o cinema. Vários projetos foram iniciados e não concluídos. Um deles envolvia Johnny Deep.

Aí veio Walter Salles e levou a empreitada a diante. E foi alvo de várias críticas. Achei essas críticas injustas. Gostei mais do filme do que do livro (apesar de não ser possível compara obras de mídias tão diferentes), provavelmente por ter visto o filme antes.

Sal Paradise, um garoto de Nova York que sonha ser escritor, mas também quer curtir a vida sem ter amarras, é quem conta a história. Ele escuta falar de Dean Moriarty, um aventureiro vagabundo, sempre na estrada. E é com Dean e sua esposa Marylou que Sal cai na estrada, em viagem para San Francisco.

O filme é mais solar que o livro - até por limitações da própria mídia, o que faz a história ficar mais leve, menos densa, menos depressiva. Mesmo os momentos de crise de Sal são mais abertos e esperançosos. Por outro lado, o filme melhora bastante a personalidade destrutiva de Dean. Pelo filme dá até pra tentar imagina que diabos Sal viu em Dean para idolatrá-lo tanto. E Sal continua bobão, tanto no livro quanto no filme.

Um mérito do diretor é fazer Kristen Stewart atuar, tirar o rosto a eterna cara de blasé sem sentimentos (exagerada!). É o primeiro filme que vejo com ela em que a atuação é, ao menos, favorável.

Achei um bom filme, no geral. Li o livro depois (e este texto está bastante atrasado...) e não curti muito - achei que era mais adequado para idades mais jovens. Já no filme, não senti essa diferença.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...