sábado, 13 de julho de 2013

Livro: A maldição do espelho

Fazia muito tempo que eu não lia Agatha Christie. Muito tempo mesmo. Esse negócio de estudar filosofia prejudica a vida literária da gente, hahahahaha. Mas amei voltar a ela. Leo me deu o livro, acho que por pena, porque estou lendo cada coisa complicada pras aulas e sem muito tempo de me dedicar aos livros que eu amo.

A maldição do espelho é um livro de Miss Marple, a velhinha mais esperta do mundo. Ela sempre conhece alguém que se parece com alguém que está envolvido com um crime e, ao analisar as personalidades, sempre consegue descobrir coisas que ninguém mais vê. Uma coisa que me chamou a atenção neste livro é que ele remete ao primeiro caso de Miss Marple que eu li, Um corpo na biblioteca. A ação se passa na mesma casa, Gossington Hall, que agora foi vendida para uma famosa atriz de cinema, Marina Gregg. E ela inaugura a casa com uma bela festa beneficente.

E aí, uma fã de Marina Gregg morre ao tomar um coquetel. A polícia avisa que havia uma superdose de calmantes em seu corpo e começa a investigação: quem poderia querer matar a Sra. Badcock? É quando se descobre que Marina Gregg deu seu copo de coquetel para a Sra. Badcock e a pergunta muda: quem queria matar Marina Gregg.

Miss Marple, praticamente sem sair de casa, consegue ajudar o inspetor Craddock. Juntando o disse-me-disse do povoado de St. Mary Mead, onde vive, com fatos e conversas com amigos, a velhinha detetive consegue enxergar todo aquele óbvio que ninguém mais vê.

O grande problema do livro é que parece que ele foi encerrado correndo. Agatha deixa algumas pontas soltas, algumas coisas sem explicação. E isso não é muito comum na obra dela. Apesar da história ser envolvente e a solução ser interessante, parece que falta alguma coisa. É mais um livro da autora pra minha lista, mas um que não marcou tanto assim.

_______________
Aline, que prefere ser chamada de Lile. Ou de Nine...