segunda-feira, 15 de julho de 2013

Citações 34

De Meio sol amarelo, de Chimamanda Adichie.

A primeira e única vez que Odenigbo a visitou em Lagos, eles tinham ficado na varanda, olhando a piscina, e Odenigbo atirara uma rolha para vê-la mergulhar na água. Tinha bebido muito conhaque e quando seu pai disse que a ideia de uma universidade em Nsukka era bobagem, que a Nígéria ainda não estava pronta para uma universidade nativa e que receber apoio de uma universidade americana - em vez de uma universidade de verdade, da Grã-Bretranha - era pura tolice, a voz de Odenigbo se alterara. Olanna achava que ele iria perceber que o pai só queria atazanar e mostrar que não estava nem um pouco impressionado com o catedrático de Nsukka. Achava que Odenigbo não levaria em conta as palavras do pai. Mas sua voz foi ficando cada vez mais alta, ao discutir a necessidade de a universidade de Nsukka se ver livre da influência colonial, e de nada adiantaram as piscadas que ela deu porque ele não viu, quem sabe por haver pouca luz na varanda.