terça-feira, 16 de abril de 2013

Citações 30

Do livro Barba ensopada de sangue, de Daniel Galera:

"O que eu fiz de errado eu carrego comigo. Nada some porque a gente decide, porque a gente quer. Ninguém pode me tirar o mal que fiz pros outros. A gente precisa disso para ser uma pessoa melhor. Perdoar é como fingir que não existe. Mas a vida é o resultado do que a gente fez. Não faz sentido agir como se algo não tivesse acontecido.  
(...) 
É por isso que perdoar não faz sentido. Perdoar é uma covardia. O que exige coragem é continuar amando e tendo amizades e fazendo bem pros outros sem fingir que se pode apagar nada, sem perdoar nem aceitar perdão."


Era tudo que eu queria dizer, mas não sabia como. Valeu, Daniel Galera!