terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Pílulas do momento #1

Talvez por preguiça de reativar o Tumblr que nunca vingou, fiquei dias pensando em um nome para uma tag de pequenas infos sobre a vida, o mundo e outras coisas. Saiu esse "Pílulas do momento", que adoto a partir de agora. É o nome que usarei para fazer aqueles "não-post" e aquelas listas de coisas quando não há tempo para elaborar um texto decente. Vamos lá!

1 - Enlouqueci com as disciplinas isoladas no Mestrado. Conversei com uma das professoras e contei pra ela o que eu pretendia estudar. Ela me disse, na lata, que meu problema era jornalístico, não filosófico. Balde de água fria! Para aprender a pensar filosoficamente, resolvi voltar pra graduação. Tentei a entrada como Portador de Diploma de Graduação (PDG) e fui aprovada, para o semestre 2012.2 (por conta da greve, as aulas começam só agora, humpf...). Ou seja, voltei de verdade pra universidade, e estou muito feliz (e assustada) com isso.

2 - Vovó finalmente está usando aparelhos auditivos!!! TODOSCOMEMORA!!! Há anos ela vinha perdendo a audição, mas não queria ir pra BH se consultar com meu sogro. Concordo, a viagem é bem cansativa pra ela, com todos os problemas de coluna e joelho. Mas isso prejudicou muito seu bem estar. Ela assiste televisão o dia inteiro, sempre no último volume. E como só tenho a noite para ficar perto dela, lá ia eu, de livro ou computador em punho, ficar na sala, com a TV berrando. Isso contribuiu, claro, pra minha birra com a TV. Agora, finalmente, vovó decidiu ver um otorrino aqui em OP mesmo, e já está com o aparelho nas duas orelhas (pois é, não se usa mais falar ouvido!). O volume de tudo diminuiu. A TV está plenamente audível. Podemos conversar com ela sem gritar. A vida está mais colorida, porque isso vai ajudar até mesmo no processo de depressão dela. Ufa!!!

3 - Pela primeira vez, participei do Fórum das Letras, um evento literário que acontece em OP há oito anos. Sempre estava viajando na realização do Fórum, e dessa vez calhou de participar. Foi ótimo. Adorei, participei de quase todas as ações, menos da abertura, com a Nélida Piñon, e do encerramento, com João Gilberto Noll. Fui ao Ciclo de Jornalismo e Literatura todos os dias e também em todos os debates da oficina "Como se faz um livro?" (que não foi bem uma oficina, mas foi muito proveitoso). Escrevi sobre o Fórum no Bom Será, sobre como foi bacana ver alguns ídolos ali, bem do meu lado. Espero que no ano que vem (será em maio) eu possa participar de novo.

4 - Numa das aulas isoladas que faço no mestrado, o trabalho final teve o tema "Autobiografia Intelectual". Era para escrever sobre as leituras que fizemos durante a vida, porque as escolhemos e que caminhos essas leituras nos abriram. Pesquisei muito na minha memória super falha. Fiquei de setembro a novembro burilando esse texto, com informações que surgiam aos poucos (memória fragmentada é isso aí!). Mandei para a professora e recebi como resposta um e-mail perturbador: segundo ela, eu sou "uma escritora" e deveria partir, "quem sabe, para um romance". Óbvio que estou nas nuvens com isso, mas mantenho os pés no chão. Vou pensar em escrever um dia. Quem sabe, né?