sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Noção do tempo

Não me lembro exatamente do dia, só do assunto. Estava conversando com meu cunhado, uma pessoa de quem gosto muito. O papo estava interessante, apesar de que, dos presentes, só eu estava sóbria. Parênteses, para dizer que essa coisas de não tolerar álcool às vezes é até bom.

Conversávamos sobre mil coisas quando o cunhado me questionou sobre algumas das minhas atitudes. Não importa agora o que era. Importa é que tentei explicar e nem imagino se consegui, porque ele já estava alto.

Passados uns dias, vi uma imagem no Facebook, no mural de um conhecido. E essa imagem resumia o que eu queria falar pro cunhado. Pra ele e pra mais um monte de pessoas.


Assim fica fácil entender, não é?