domingo, 30 de setembro de 2012

Desafio Literário - setembro: Mentes com medo

Quando li Mentes Perigosas, achei o livro bem aquém da minha expectativa. Acho louvável que a autora, Ana Beatriz Barbosa Silva, tenha traduzido uma coisa tão técnica, tão específica, para uma linguagem mais acessível - mesmo que isso traga problemas, como banalizar uma coisa tão séria como a psicopatia e as doenças mentais. Parti para ler Mentes com Medo com uma expectativa diferente, já que a linguagem do livro anterior tinha me decepcionado. O tema, de novo, me interessa, então vamos lá.

Mais uma vez, fiquei decepcionada. Apesar do livro tratar de transtornos de ansiedade em geral (como o transtorno do pânico, da ansiedade social, estresse pós-traumático, TOC, dentre outros), ficou tudo muito superficial, de novo. E muito repetitivo.

Se não estou enganada, esse é o primeiro livro da autora, onde ela iniciou essa proposta de trabalhar os temas da psiquiatria em uma linguagem mais acessível. Como disse, acho isso louvável, desde que não se simplifique demais. Para alguém que queira iniciar uma leitura sobre o assunto, creio que pode ser um bom começo. Mas resumir o assunto a esse tipo de leitura pode ser bem superficial.

Com a leitura desses dois livros, encerro a minha carreira de leitora da Ana Beatriz Barbosa Silva. Não rolou interação, infelizmente.