terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Do primeiro dia do carnaval

Carnaval de verdade é um dia só, na terça-feira (hoje!). Mas como no Brasil tudo vira emenda, começaram a festa no sábado, juntando domingo e segunda. Depois, o início passou pra sexta e, atualmente, pra quinta. Pois é, quinta-feira é o dia da Abertura Oficial do Carnaval de Ouro Preto. E como quem trabalha precisa ter uma boa noite de sono antes de pegar no batente, há alguns anos nós instituímos que não se trabalha mais na sexta-feira de carnaval. Eu, pelo menos, não consigo render após uma noite de barulho infernar. E, durante o dia de sexta, a zona já é tão grande que fica impraticável.

Nesta quinta, a noite foi agitada. Começou com o ensaio da bateria do Bloco do Caixão, na porta da minha casa. Confesso que eu gosto da bateria, dos toques, das coreograficas do batuque (este batuque, pelo menos, é realmente ensaiado e bonito). Por volta das 23h começou a batucada e eu filmei, justamente porque gosto da bateria). Acabou por volta de 0h30. E aí começou o suplício: um carro de som parado sob a casa ao lado, tocando funk na maior altura. Insuportável. Leo catou o travesseiro e foi dormir na sala, com todas as portas até lá fechadas. Fiquei, porque já fico pê de ter que sair de casa em todo carnaval, ainda vou ter de dormir no sofá...

No dia seguinte, enquanto fui à casa de Tia Ylza me despedir, fotografei o que fica na rua após o dia mais light do carnaval de Ouro Preto. E desejei sorte pro Otávio, meu irmão, que vem com uma turma grande ocupar a nossa casa e fazer, segundo eles, o melhor carnaval que existe em Ouro Preto, o do nosso quintal.

Primeiro, o lado ruim:

Rua São José, após o bloco Vermelho i Branco

Em frente ao Fórum

A porta da minha casa
Pô, gente, é tão difícil assim jogar o lixo no lixo? Que vergonha!

O lado midiático:

A Vênus Platinada e seu palanque


O lado bonito (sim, tem um lado bonito no Carnaval de OP):

Os bonecões nos palcos (estes, no Largo do Cinema)

A FAOP embelezando os tapumes nas pontes

A Ponte dos Contos bem colorida