sábado, 24 de dezembro de 2011

Um dia de um Natal qualquer

Com a tradicional árvore de Natal da vovó

Não sei em que ano foi tirada essa foto. Acho ela curiosa.

Primeiro, está aí a famosa árvore de Natal da vovó. Ela existe até hoje, mas foi substituída por uma beeeem mais prática, feita de tecido.

Depois, Laura e eu estamos de mãos dadas. Não me lembro de, nessa época em que éramos tão pequenas, sermos assim, amigas. Diz a lenda familiar que a frase mais dita por mim quando pequenininha era: "Laura me bateu. Quero biquinho e mufa". Mufa era a almofadinha que eu carregava pra cima e pra baixo, especialmente na hora de dormir.

Em terceiro lugar, está o tamanho das minhas coxinhas infantis. Eu nunca poderia imaginar que, em criança, já tinha esse tamanho todo de coxa. É por isso que não dá pra usar vestido.

E em último lugar... que vestido curto é esse, meu Deus? Me lembra uma musiquinha que a Tia Ylza cantava pra mim. Era mais ou menos assim:

"Eu sou pequena
da perna grossa.
Vestido curto?
Papai não gosta".

E viva o álbum de fotos de família!