sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

De encomenda pra Flavinha

Ano passado, contei aqui que fiz uma guirlanda de balas pro Réveillon da família do Leo. Não sei se todo mundo gostou. Só tenho uma certeza: a Flavinha gostou e pediu bis. Foi logo vindo novembro e ela me pediu pra fazer de novo a guirlanda. Dessa vez, fotografamos o processo todo. É super fácil de fazer e tem gente que gosta, né, Flavinha?

Os materiais são:
- um bastidor de bordar, tamanho médio (mas pode ser menor também);
- Fita vermelha;
- Fita decorativa;
- Cerca de 1kg de balas
- Linha de costura;
- Cola;
- Tesoura.


Com a fita vermelha, forrar uma parte do bastidor. A fita deve ser colada à madeira com cola branca mesmo. No meio da parte com a fita, aplicar a fita decorativa. Ela pode ser aplicada por último também. No meu está aplicado porque estou reutilizando o trabalho do ano passado.


Dê um espaço de dois dedos entre o meio da guirlanda ou a aplicação do laço para começar a colocar as balas. Há várias formas de aplicar as balas. Eu costumo colocá-las na laçada daquele primeiro ponto de crochê que a gente faz com as mãos mesmo. Ou é possível dar um nó em cada uma delas com a linha. Fica a critério de quem for fazer.


Cada "frufru" de bala vai nessa laçada de linha aí. É só puxar.


Aí, é só fazer essa fila de balas crescer e depois amarrar a ponta no início da guirlanda. Só ir rodeando a linha no bastidor.








Como eu sou exagerada - Tia Ylza diria que eu sou "Monteiro" -, aperto bastante para ela ficar bem cheia.

É só continuar o processo e amarrar bem no final, dois dedos antes de chegar ou ao meio da parte coberta pela fita ou do laço decorativo

Apoiada na nossa árvore de Natal

Agora é só pendurar e esperar o Natal.

Flavinha, essa é pra você!