sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O Clube das Octogenárias

* Devido ao acontecimento de ontem, uma republicação reeditada, porque o momento pede, porque tá difícil demais.

Tudo começou num dia em que eu parei pra pensar na minha família. E vi que a maior parte dela é composta por pessoas idosas. E a maior parte delas é uma gracinha.

Para fazer parte do Clube das Octogenárias é preciso:

- Ter setenta anos ou mais. O clube é das Octogenárias porque isso é muito mais sonoro e bonito que Septuagenárias.
- Ser uma pessoa tão linda que tenha gosto e cheiro de abraço com muita saudade.

Não é preciso:
- Ser da família. O clube agrega todas as pessoas fofas com mais de 70 anos. Claro que a maior parte é da família.
- Ser mulher. Mesmo com o nome no feminino, há homens incríveis neste clube. O feminino fica por conta da maioria. Aqui, as mulheres têm a força.

Sócios fundadores:
- Vovó. 89,5 anos. A pessoa mais doce do mundo. (atualmente, 93 anos)
- Tia Ylza. 86 anos. Cheia de manias. Mas faz cada doce saboroso... (atualmente, 90)
- Tia Nazinha 92,8 anos. Falava alto e era muito mandona. Um coração enorme. Hoje é um corpo sobrevivendo numa cama. (Faleceu em fevereiro de 2008)
- Tio Jésus. 78 anos. Tem cada história divertida! Felicidade é estar com ele. (atualmente, 81)
- Tia Maria das Dores 80 anos. Costureira de mão cheia, ainda em atividade. (faleceu ontem, de supetão, deixando todo mundo sem entender o que aconteceu)

Agregados:
- Tia Vera: Idade indefinida. Hábil com tudo o que for artesanato. (atualmente, 60. Escrevi sobre ela aqui)
- Dona Solange. Idade indefinida. Coração grande. (faleceu em 2009)
- Tio Zé. 76 anos. Só é agregado porque mora longe e nunca aparece. (atualmente, 79)
- Tia Carmem. Idade indefinida. Também mora longe. (continuo sem saber a idade)

Sócios que abandonaram o barco:
Tio Yvan. Idade incerta. Foi o primeiro a ir embora, em 1987. Nunca vou me esquecer de seu pijama e das sandálias Havaianas.
Vovô. Teria 88,5 e foi embora com 73. Deixou muuuuuuuuuuitas saudades e um chororô descontrolado sempre que chega o Natal. (hoje, teria 92)
Tio José Pedro, vulgo Padre Mendes, também conhecido com Padrinho. Teria 94, foi embora aos 85. A pessoa mais inteligente do mundo. E o colo mais gostoso dessa vida. (teria, hoje, 97 anos)
Tia Pitu. Foi embora aos 92. Grande pessoa. (teria 95)
Tia Tuíca. Fugiu aos 95. Era uma formiguinha ligada na tomada. (teria 98)
Tia Leda, também conhecida como Adê. Me abandonou aos 82. Sempre foi a mais importante pra mim. (teria 85)

O bom de ter o Clube das Octogenárias é que posso aproveitar cada um dos sócios por bastante tempo. O lado ruim é que quando eles forem embora - e eles vão logo - a dor que fica é maior.

Mas nada vai me tirar o prazer de ter conhecido e amado cada um deles.