sábado, 27 de agosto de 2011

Filme: Orgulho e Preconceito

Pride & Prejudice - 2005 (mais informações aqui)
Direção: Joe Wright
Roteiro: Deborah Moggach
Elenco: Keira Knightley, Matthew Macfadyen, Brenda Blethyn

Já falei do livro aqui. Sempre me apaixono por Mr. Darcy ao ler o livro ou ver o filme.

O roteiro é bem fiel, com pequenas adaptações apenas pelo bom andamento da obra cinematográfica. Nem isso faz mal à história, que continua linda, romântica, irônia e emocionante. Como já falei da história no post do livro, vou falar sobre o que chama a atenção no filme.

Pra começar, a caracterização dos personagens e cenários é bem interessante. A família Bennett mora em uma casa grande, mas simples. As criações (porcos e galinhas) ficam ali bem perto da casa, há roupas nos varais e poucos criados, vestidos pobremente. As filhas Bennetts vivem com roupas muito simples e a sua personalidade é bem marcante. A mãe, Mrs. Bennett, consegue ser muito mais irritante do que no livro, só pelo tom de voz da atriz, Brenda Blethyn. Uma interpretação que, com certeza, valorizou a personagem, assim como acontece com Mr. Collins, interpretado por Tom Holland. Quando, num baile, ele corteja Elizabeth Bennett, é impossível segurar o riso. Seu pedido de casamento, feito em discurso, é patético.

Em contraposição à família Bennett estão os Bingley e seus criados de casaca e peruca e a elegantíssima e esnobe Lady Catherine De Bourg, interpretada por Judi Dench, sempre perfeita. Mr. Darcy também tem uma composição perfeita na interpretação de Matthew Macfadyen. Todo o ar esnobe e orgulhoso do personagem está lá. Quando há a mudança do personagem, tocado por uma conversa com Elizabeth Bennett, Macfadyen trabalha na postura, na voz e no olhar todo o amor e a negação do orgulho que cabe ao personagem. Até a sua voz é sedutora, seja quando ele destila seu veneno contra a família Bennett ou quando pede Liz em casamento. Keira Knihgtley é que destoa um pouco do resto do elenco. Ela sorri demais e não lembra muito a heroína do romance.

Mr. Darcy surgindo no caminho, em meio à bruma, é uma das cenas mais legais do filme, pela expectativa da resolução do romance, pela cena anterior, com Judi Dench dando um piti muito legal e condizente com sua personagem insuportável. Um filme lindo, apaixonante, que faz juz ao livro.