segunda-feira, 9 de maio de 2011

Exótico

Sábado fomos comemorar o Dia das Mães. Eu vivo dizendo que tenho três pais (vovô, Padrinho e Paulo), posso dizer que tenho duas mães, a vovó e a Margá, minha sogra. Isso aí, eu amo muito a mãe do Leo. É uma pessoa companheira, divertida, alto-astral. Não dá pra ficar triste perto dela. E lá fomos nós pro Rima dos Sabores, no Prado. O restaurante fica numa casa com varanda, numa rua calma. A especialidade da casa são as carnes exóticas (javali, avestruz, jacaré, javali, rã) de um jeito mais acessível, com uma carta de cervejas bem interessante (pra quem gosta, claro), com dicas de harmonização.

Estava acontecendo uma festa de casamento lá e uma certa hora apareceu um prato com um jacaré praticamente inteiro. A Margá chamou o garçon pra que eu pudesse fotografar. Pela primeira vez na vida, eu resolvi experimentar as carnes exóticas. O primeiro petisco que o pessoal pediu foi uma coxinha de jacaré com molho de damasco. O molho estava delicioso e a carne do jacaré lembra o de frango (super clichê), mas é mais forte.  Depois foi a vez de coxas de rã empanadas com ervas finas e chantili de manga. Também tem gosto de frango, e as ervas finas estavam deliciosas. O chantili de manga é muito bonito e combinou bem com o prato (falou a entendida, hehehehe).

E teve o normal, né? Filé ao molho de gongozola com pêras e pastel. Delícia! Sou super pasteleira, adorei a combinação.

Dá vontade de voltar qualquer dia desses!

Coxinhas de jacaré ao molho de damasco   



Filé com molho gorgonzola e pastéis


O jacaré, que não era nosso

Coxas de rã com chantili de manga
Como eu consegui comer a rã? Bom, só experimentei. E tentei não ficar olhando muito pro formato delas, pra não lembrar de que bichos elas vieram.

O Rima dos Sabores avisa, no cardápio, que os animais exóticos do cardápio vêm de criatórios legalizados e que toda a compra da carne é de acordo com a lei.