quarta-feira, 23 de março de 2011

Surpresa

Passei a tarde em uma reunião.

Um dos presentes virou pra mim e disse: "A vida é uma caixinha de surpresas, não é?".

Cá comigo, eu pensei que a vida poderia ser uma caixinha de chocolate Supresa. Ia ser muito mais gostoso.

O chocolate Supresa, produzido pela Nestlé, foi uma febre no Brasil quando eu era criança. Cada chocolate vinha com uma figurinha com a imagem de um animal - é o que eu mais me lembro. E a Nestlé produzia um álbum para que essas figurinhas - que eram grossas, como um papelão - fossem coladas. Para conseguir o álbum bastava madar algumas embalagens vazias do chocolate para a empresa. Outro diferencial é que cada chocolate vinha com uma imagem de bicho diferente em alto relevo. Diz a Wikipédia que o chocolate foi produzido até o ano 2000.

Lembro que eu nunca tive um álbum do Surpresa. Mas tinha vários dos cartões que vinham nas embalagens. Era quase uma coleção que meus irmãos e eu fazíamos. E era bom.

Mas aí a tal pessoa da caixinha de supresas me passou um cronograma e os chocolates Supresa precisaram ser deixados de lado.