sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Presente

Acho que não tem uma pessoa no mundo que não goste de ganhar presentes. Eu adoro. Especialmente se eles não vierem em datas especiais. Melhor ainda se forem aqueles que vêm com uma dose extra de carinho.

O primeiro presente que vou mostrar aqui não é bem dessa categoria de recebidos com carinho e em datas especiais. Ele foi pedido, solicitado e implorado. Quem me deu foi o Paulo, meu tio. Ele foi dar um pulo no nordeste e eu, que já tinha trazido de Recife quando estive lá, supliquei por um tradicional Bolo de Rolo, típico de Pernambuco e patrimônio imaterial do Estado. Delícia!

Pedacinho de Pernambuco na mesa
 Paulo é o meu tradicional fornecedor do chocolate cubano Aurora, o melhor do mundo. Como meu papo com ele é na insistência, tô solicitando uma nova ida dele a Cuba pra ter os chocolates de novo.

O presente número dois é daquela categoria que eu falei lá no alto. Veio da Lu, prima do Leo. Ela e os irmãos me deram uma clutch linda. Mas ela, em especial, me deu duas fotos nossas. Em uma delas, uma mensagem tão fofa, mas tão fofa que dá vontade de apertar a bochecha da Lu. Aliás, ela é tão gracinha que parece um bibelô.

Fotos: nós duas com o Leo e só nós duas
O terceiro presente é da mesma categoria de carinho. Veio da Eliana, tia do Leo. Foi uma cesta com produtos da Natura. Só que a minha pressa foi tanta que eu desfiz a cesta e já comecei a usar os produtos antes de fotografar.

O melhor de receber esse tipo de presente é o abraço que vem junto.