quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Filme: Wood & Stock: sexo, orégano e rock'n'roll

Wood & Stock: sexo, orégano e rock'n'roll - 2006 (mais informações aqui)
Direção: Otto Guerra
Roteiro: Angeli, Rodrigo John

É divertido ver nas telas o que vemos nos quadrinhos brasileiros. Ainda mais quando a dublagem reúne uma galera bem interessante. A cantora Ria Lee faz a voz de Rê Bordosa; Tom Zé é Raulzito, Lobão é Bob Cuspe. Os personagens pararam no tempo, mais especificamente nos anos 1970 e, hoje, tentam conviver com uma sociedade cada vez mais consumista e individualista, enquanto tentam manter as raízes de paz e amor.

Wood está casado com Lady Jane e é pai de Overall, um garoto careta e que morre de vergonha das atitudes dos pais. A mulher resolve se encontrar e vai para o templo de Rallah Rikota, deixando o marido, o filho e o amigo Stock no apartamento. Sentindo-se abandonado, Wood e Stock vão ao Juvenal's Bar beber e pensar em como colocar a vida em ordem. É aí que, bêbado, Wood recebe a visita do mestre Raulzito, diretamente no copo de cerveja: "Faz o que tu queres pois é tudo da lei". E Wood resolve recriar sua antiga banda de rock.

O filme é cheio de tiradas interessantes, como a banda Chiqueiro Elétrico, que tem um porco como vocalista; os produtores sendo os reacionários Nanino e Meiaoito; a banda em pose de Abbey Road e as frases impagáveis de Stock, como "Ducaralho morrer asfixiado no próprio vômito!" e o diálogo sobre Raul Seixas:
Stock: Raul Seixas já morreu.
Wood: Quem te disse uma coisas dessas?
Stock: O John Lennon, ué!

O filme é da Otto Desenhos Animados e é bem divertido.