sábado, 25 de dezembro de 2010

Livro: O Natal de Poirot

Hercule Poirot's Christmas - Agatha Christie - 1938

O prefácio do livro já anuncia um assassinato diferente. A dama do crime, mais adepta dos venenos, inicia o livro dedicando-o a seu cunhado, que havia reclamado que seus assassinatos estavam muito refinados. Ela promete um assassinato clássico, com bastante sangue.

É a história do assassinato de Simeon Lee, um velho inválido e bastante encrenqueiro, desses que gostam de ver o circo pegar fogo. Ele convida toda a família para o Natal e aí, velhas dores e antigos ressentimentos afloram. Todos estão reunidos ao final do jantar e ouvem um grito pavoroso no andar de cima. A porta trancada é arrombada e todos veem Simeon Lee assassinado, com a garganta cortada e muito sangue derramado.

Aparece, no livro, o velho truque do assassinato em um quarto fechado por dentro, sem que o assassino esteja lá. Além disso, todos são suspeitos: filhos, noras, a neta e o estranho que apareceu na véspera de Natal.

A solução vem com um dos personagens de Agatha, o belga Hercule Poirot, que passava o Natal na casa do delegado local. Com seus truque inusitados e sua massa cinzenta, ele consegue arrancar alguns segredos da família e, juntando as peças, especialmente o temperamento do morto, chega ao assassino. O livro tem sete partes, a primeira no dia 22 e a última no dia 28 de dezembro.

Sou suspeita para falar dos livros de Agatha Christie. Gosto demais do seu estilo e de seus personagens e da forma como constrói suas tramas. Ganhei o livro da Intense, no amigo oculto das blogueiras. Foi uma ótima leitura de Natal.