segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Filme: Queime depois de ler

Burn After Reading - 2008 (mais informações aqui)
Direção e Roteiro: Ethan Coen, Joel Coen
Elenco: George Clooney, John Malkovich, Brad Pitt, Frances McDormand

É o primeiro filme dos irmãos Coen após Onde os fracos não têm vez.

No mundo pós-moderno, informação é poder. Ou pode ser muita confusão.

Não é à toa que o filme começa e termina na sala de um dos chefes de equipes da CIA, a central de investigação dos Estados Unidos. O filme satiriza outras obras de espionagem, fazendo chacota até mesmo com os tempos da Guerra Fria.

John Malkovich e Ozzi Cox, funcionário da Cia que pede demissão após ser retirado da "ação". Ele permanece durante toda a ação sendo oprimido: pelo chefe, pela esposa, por seus hábitos pouco saudáveis e até pelo teto de seu barco. Ele decide escrever suas memórias enquanto sua esposa inicia uma investigação das finanças do casal para pedir o divórcio. Por uma das circunstâncias que só acontecem nos filmes dos irmãos Coen, o cd com as informações das memórias e das finanças de Ozzie vai parar nas mãos de dois atrapalhados funcionários de uma academia de ginástica.

George Clooney, o personagem Harry Pfarrer, é o típico canalha que trai a esposa com quase todas as mulheres do elenco. Por também trabalhar no governo, sente-se perseguido o tempo todo. Em uma das cenas, ele observa um carro preto parado em sua rua. O clima é semelhante ao de O suspeito da rua Arlington. A trilha sonora foi muito bem trabalhada para criar tensão o tempo todo, assim como os enquadramentos. Essa tensão só é quebrada pelo ajuste fino dos irmãos Coen, como os maneirismos de Chad, personagem de Brad Pitt e detalhes da direção de arte, como a frieza do concreto na embaixada russa e a pergunta do adido cultural sobre PC ou MAC. Quando as cenas retornam à CIA é que é possível ver que o cenário é quase o mesmo, exceto pelo excesso de luz da agência americana.

O resumo da trama é dado pelo superior da CIA: "Avise quando fizer sentido". Ou seja, não leve a sério e divirta-se.