sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Depois da chuva

Fui ao quintal hoje ver o que a chuva tinha deixado pra nós. Alguns estragos, muito poucos, mais relacionados às plantas que a vovó tanto gosta. Nada sério. Acho que por isso mesmo é que assusta mais. Com tão pouco estrago, já foi um pavor, imagina se realmente houvesse algum tipo de dano... O pedreiro está aqui em casa para resolver a questão das telhas de vidro. Ou seja, mesmo se chover, passaremos o Natal sem água dentro de casa.

Folhas no chão

Ramo do pinheirinho voou pra bem longe dele

As marcas do impacto do granizo na escada

O canteiro da Rita, bem detonadinho

Cacos de vidro no chão, vieram do muro

O que restou do canteiro de margaridas da vovó

Hoje, a cidade amanheceu assim

Neblina e muitas nuvens no nosso verão natalino