terça-feira, 12 de outubro de 2010

Infância

Seguindo a onda que tomou conta do Twitter esses dias, senti vontade de rever algumas fotos da minha infância.

Laura (de costas), eu (bochecuda e gorducha) e vovô (saudades)

Daniel e eu (bochechuda e magrela)
Só pra lembrar que, se houve muito valor na minha infância, foi devido a algumas pessoas especiais. Meu avô, meu padrinho e Tia Leda, que hoje não estão mais aqui, e vovó, Tia Ylza e Paulo. Sem eles, não ia ser tão legal, nem tão colorido, nem tão marcante. Nem ia ter a famosa foto do pão, que um dia eu posto aqui.

E mais uma lembrancinha só. Uma vez, vovó viajou pro Nordeste com as irmãs. Laura e eu fomos rezar, antes de dormir, pra vovó ficar bem na viagem. A oração da Laura foi assim: "Papai do Céu, cuide bem da vovó. Não deixe ela tropeçar e cair e nem que caia nada na cabeça dela. Amém".

Vivo dizendo que os amigos são a família que nos permitiram escolher. Se eu pudesse escolher minha família, com certeza vovô, vovó, Padrinho, Tia Leda, Tia Ylza e Paulo encabeçariam a lista. É mais que um privilégio ter os seis sempre por perto.