domingo, 3 de outubro de 2010

Biscoito goiano

Biscoito goiano no café da manhã

Hoje a D. Lídia volta para Goiás. Antes de ir, ela fez os famosos e deliciosos biscoitos de queijo. Além de pintar, a D. Lídia também escreve, crônicas e poesias. Em seu segundo livro, As cores do outono, ela fala sobre o biscoito goiano, um patrimônio do Estado, assim como o pão de queijo.


Biscoito Goiano

Biscoito de queijo,
tradicional biscoito goiano,
um tanto diferente
do pão de queijo mineiro.
Vem de longe, dos avoengos...
Qual casa goiana
não assa o biscoito de queijo,
uma, duas vezes por semana?
(...)
Minha avó fez para a minha mãe,
minha mãe fez para mim e meus irmãos,
eu, para meus filhos e netos.
(...)
A vida mudou tanto,
exige uma correria,
as crianças crescem rapidamente,
entre tantas atividades,
não há mais tempo para o quintal,
nem para o calor da cozinha,
para conversa ao pé do fogão.
(...)


A vida nos dá certos privilégios. O Leo me trouxe uma família nova, linda. Foi por meio dela que conheci Goiás e passei a amar o Estado e os goianos. O biscoito goiano é uma das delícias de lá, assim como a pamonha (não existe pamonha tão boa quanto a de Goiás) e os doces da D. Lídia.

O biscoito goiano no café da manhã de hoje deu saudade de cruzar a fronteira.

Ainda bem novembro está chegando!